• Quem faz este som? Palavra, Sílaba ou Segmento? Autocolantes das Onomatopeias e das Formas Geométricas de

Quem faz este som? Palavra, Sílaba ou Segmento? Autocolantes das Onomatopeias e das Formas Geométricas de "Os Sons d'A Relicário"

SKU: rdsrds003-02v1.0

Os Autocolantes das Onomatopeias e das Formas Geométricas integram um projeto de maior dimensão designado Instrumentos para a Terapia da Produção Verbal (Oral e Escrita) – Os Sons d’ A Relicário e do qual nasceu o produto e metodologia que estão na base de todos os materiais integrados neste projeto, nomeadamente os Sons d’A Relicário. Os Sons d’A Relicário apresentam-se num formato de cartão cuja frente contém a representação de determinada configuração articulatória de um som da fala, acompanhada, na metade inferior do cartão, de um som onomatopeico que irá representar o som da fala do cartão, bem como uma ilustração do gesto que dará suporte mnésico à metodologia. No verso do cartão estão representadas pictográfica e ortograficamente as palavras que contêm o referido som da fala em todos os constituintes silábicos possíveis no português e com as convenções ortográficas mais frequentes. A partir deste material surgiu a necessidade de representar fisicamente as unidades fonológicas, dando origem à criação dos Autocolantes Onomatopeicos e Geométricos RdS aqui apresentados.

Os Autocolantes Onomatopeicos são constituídos por triângulos com todas as onomatopeias existentes nos Sons d’A Relicário (36 onomatopeias) sendo estas representativas de todos os  segmentos do Português. Pretende-se que este recurso seja utilizado na intervenção fonológica, colando as diferentes onomatopeias no caderno que acompanha o processo  terapêutico, em fichas de trabalho e/ou em outros suportes utilizados pelo utente,  a fim de representar fisicamente a unidade a trabalhar (segmento). Assim, o triângulo representa a unidade alvo (segmento) e a onomatopeia representa o som a evocar em  tarefas de produção, de perceção ou de consciência do segmento.

Os Autocolantes Geométricos são constituídos por triângulos, círculos e retângulos, sendo estes representativos das unidades segmento (fonema ou fone), sílaba e palavra, respetivamente. Pretende-se que o terapeuta da fala utilize este recurso na intervenção fonológica, colando as diferentes formas no caderno do utente que acompanha o processo terapêutico, a fim de representar fisicamente as unidades fonológicas alvo de intervenção. Assim, o triângulo representa o segmento, o círculo representa a sílaba (formada por um ou mais segmentos) e o retângulo representa a palavra (formada por uma ou mais sílabas). Quando preenchida com cor, significa que a forma também transporta mais informação fonológica (sílaba ou segmento que contém som nasal, vozeado e/ou desvozeado).

Estes autocolantes constituem um material de utilização livre que deve ser adaptado às atividades desenvolvidas de acordo com os objetivos terapêuticos ou pedagógicos, sejam elas atividades de consciência fonológica (em tarefas de produção, de perceção ou de consciência do segmento), de  produção verbal ou de perceção.

Material:

  • 384 autocolantes  geométricos e triangulares com onomatopeias – tamanhos (médio)
  • caixa para acondicionar o material

Coordenação: Dina Caetano Alves (Terapeuta da Fala e Linguista - RdS)

Conceção e Desenvolvimento: Dina Caetano Alves (Terapeuta da Fala e Linguista - RdS) e Tânia Reis (Terapeuta da Fala - RdS)